19.1.11

Esparguete - Características e Resistência dos materiais

Esparguete cozido


Estudo das características e resistência do material utilizado


Desenho livre utilizando esparguete cozido


Algumas produções criativas




...e ainda a escrita do nome e da letra "A" manuscrita.

E assim vamos construindo os nossos ambientes de aprendizagem!


JI Barbeito/Chave- Sala1 - 5 anos - Flávia Domingues

6 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

Amigos
Esta actividade superou todas as minhas expectativas. Fantástica, criativa e... estou sem palavras!
Adorei ver.
É assim que se fazem os grandes homens. Artistas eles já o são!!!
Obrigado Flávia!

Flávia Maria disse...

Luz,

Muito devo a este grupo de crianças maravilhosas. São absolutamente soberbas. De uma curiosidade infinita...
Um grupo de crianças que me " obriga" a desdobrar-me para satisfazer a sua constante necessidade de voar...

Um grande beijo para todos vós

Xinha disse...

O máximo, como sempre Flávia!
De ti não se espera outra coisa!!!
Que saudades do pré-escolar...são tão curiosos, tão interessados, tão encantados...é tão simples fazê-los felizes!
Porque é que saem das nossas mãos e entram imediatamente numa linha de montagem onde são formatados???
Lá se vai a imaginação, a criatividade e tudo o que é importante.
Enfim...
Beijinhos da Xinha

Palavras M disse...

Xinha,

A minha esperança, esperança nunca perdida, é que a semente fique dentro de cada um, e que se por algum motivo for impedida de germinar, como lá se encontra... não será perdida.

...Que me deixem ter tempo, espaço, e sobretudo ,disponibilidade interior ,para estar em constante processo criativo e educativo ,procurando as melhores estratégias interventivas na educação daqueles que me são confiados.

Ainda não estou atolhada de burocracia! Felizmente!

Tenho saudades tuas. Andas desaparecida. Lá está, é o sistema...

Um grande ,grande beijinho!

Flávia Domingues

Cristin@ disse...

Bem me parecia que havia outros motivos para eu gostar tanto de esparguete...:o)
Elogiar o que por aqui é partilhado até parece "banal"... a mim enche-me a alma e aguça-me a inspiração...nem a música de fundo é deixada ao acaso.
É verdade Flávia...há crianças que nos "iluminam" de uma forma especial...e ao passar por aqui só te posso dizer que ... adultos também. Continuem BRILHANTES...

Flávia Maria disse...

Cristina ,

Sugeri a todos os meus meninos que não repetissem em casa ou na cantina ,à mesa, durante as refeições:)
Posso adiantar que essa conversa com eles foi uma risota pegada. Ficou salvaguardada a hipotese de o fazerem com as sobras, caso as mães deixassem e em sítio próprio!

Pelo que soube, alguns , após a actividade da espuma de barbear ,sentiram vontade de extender a experiência ,em ambiente familiar, mas pediram! lolol ( Quando uma mãe me contou , lembrei-me do teu comentário!)

Na nossa sala já estranhamos ( estranham) se não houver música ambiente.
"oh , põem musica " ; "Vou pôr música"- Esta são frases bastante repetida durante o dia. Se forem eles é certo e sabido que vamos ouvir Dire Strait!

O leque é variado mas já têm as suas preferências. E não se cansam!!Por vezes ouvimos a mesma faixa mais de dez vezes por dia lololol

Já trouxeram pens para copiarem a pasta da música para poderem ouvir em casa ou simplesmente para tomarem "posse "daquilo que gostam ( "adoro isto" dizem eles) .

São coisas simples, como um pacote de esparguete ou uma música preferida ... que pode fazer toda a diferença :)

Um beijinho grande para todos vós