15.7.09

...

Cada um de nós seguirá o seu caminho...



A Menina pôs a sua cabeça dentro do cálice da rosa e respirou longamente.

Depois levantou a cabeça e disse suspirando:

- É um perfume maravilhoso. No mar não há nenhum perfume assim. Mas estou tonta e um bocadinho triste. As coisas da terra são esquisitas. São diferentes das coisas do mar. No mar há monstros e perigos, mas as coisas bonitas são alegres.

Na terra há tristeza dentro das coisas bonitas.- Isso é por causa da saudade - disse o rapaz.

- Mas o que é a saudade? - perguntou a Menina do Mar.

- A saudade é a tristeza que fica em nós quando as coisas de que gostamos se vão embora.

- Ai! - suspirou a Menina do Mar olhando para a Terra.

Por que é que me mostraste a rosa? Agora estou com vontade de chorar.

Sophia de Mello Breyner in A menina do Mar

Estou de partida.


Gosto muito de todos vós!

Teresa, foste ( és) uma colega fantástica!

Muito obrigada a todos!
....

As saudades são imensas!

Flávia Domingues

2 comentários:

Educadora de Infância disse...

Olá Flávia,

Passei para desejar uma boas férias, eu que também estou de partida...
Custa um bocadinho, não é?
Mas a vida é mesmo assim.

Tudo de bom, reencontrar-nos-emos em Setembro, nestes ou noutros epaços virtuais.

Beijinhos,
Juca

Luz disse...

Custa sempre um bocadito dizer adeus...
Mas as mudanças, que podem ser duras, são também, normalmente, positivas.
Boas férias!
Descansa muito
Luz